ECONOMIA CIRCULAR – TEORIA


O sistema econômico atual é baseado em um processo produtivo linear onde recursos são retirados do meio ambiente, produtos são produzidos, consumidos e jogados fora em um espaço de tempo muito curto.
Novos produtos são lançados a cada dia, aumentando a competitividade do mercado e a pressão sobre os recursos naturais. A tecnologia digital cria novas plataformas para os consumidores aprenderem mais sobre os produtos e provoca uma mudança nos hábitos de consumo. Além disso, o aumento dos custos da extração de matérias-primas e volatilidade de preços trazem riscos econômicos e de suprimento fazendo com que empresas e governo reavaliem o modelo econômico existente. O olhar somente na eficiência do processo não é mais suficiente para garantir a sobrevivência do negócio, além disso, não vai mudar a natureza finita dos recursos naturais. Um novo modelo se faz necessário.

A Economia Circular se refere inicialmente ao fechamento de ciclos, dividindo os materiais em ciclos biológicos e tecnológicos. Provoca uma redefinição de valores mantendo o valor dos materiais e produtos por mais tempo: produtos são vistos como serviços, consumidores como usuários e a total reconstrução do capital natural e social (EMF, 2013). É uma mudança no sistema econômico que desconecta o crescimento produtivo da exploração de recursos. Um novo cenário que redefine o design de produtos, avalia o ciclo de materiais e valoriza os resíduos estimulando a inovação, a criatividade e uma nova economia mais positiva e restauradora.

Quando comparamos a Economia Circular com outras linhas de pensamento de susten-tabilidade, percebemos que esta está mais focada no cerne dos negócios e consiste em criar novos modelos produtivos que garantirão que as empresas se tornem “a prova do futuro” (Circle Economy, 2014).

O objetivo final é uma economia em que:

  • Os fluxos de materiais são geridos de forma eficiente e recirculados;
  • Uma economia que funciona integralmente baseada na energia renovável;
  • Não gera impacto negativo na vida ou no ecossistema.

Em resumo, precisamos:

  • Re-avaliar o processo produtivo;
  • Rever Valores;
  • Redefinir produtos e consumo.

Economia Circular:


novas formas de produzir, de consumir e se relacionar.

nnn
nnn2

Comments are closed