Coronavírus, impacto econômico e mudanças climáticas

Coronavírus, impacto econômico e mudanças climáticas. O que fazer agora?

O Coronavírus nos mostrou como tudo está conectado e o quão vulnerável é nosso sistema socioeconômico. Esta pandemia expôs nossas fraquezas em todos os níveis – individualmente (como cuidamos do nosso corpo e da nossa mente, fragilidades no nosso sistema imunológico), nos sistemas de saúde em todo o mundo, na capacidade de reação das lideranças políticas e empresariais, e no nível de confiança das comunidades ao redor do globo. Não temos mais como esconder as desigualdades do nosso país e o impacto dos processos produtivos no meio ambiente. A era da inocência acabou, e é cada vez maior a importância de mantermos fortes TODOS os elos da cadeia de valor e de criarmos um novo equilíbrio econômico.

Para além da pandemia, novos desafios. Não temos como controlar a “curva de impacto” das mudanças climáticas. Uma vez que atingirmos uma certa temperatura, não há como retroceder. Temos que evitar o “pico limite de aumento de temperatura”, pois não existe  vacina para as Mudanças Climáticas.  Mas podemos desenhar uma recuperação econômica com outros moldes de produtividade, novos valores, formatos de produção, consumo e relações comerciais.

Hub de Economia Circular Brasil – HUB-EC 

No alt text provided for this image

Em Janeiro deste ano foi lançado a 1a iniciativa sistêmica da Exchange 4 Change Brasil que reúne empresas brasileiras de diferentes setores comprometidas em trabalhar juntas para impulsionar a economia circular no país, integrando suas cadeias de valor e criando uma inteligência coletiva única por meio de diagnósticos individuais e conexões inesperadas.

Nosso programa de 2 anos que visa transformar ideias em projetos práticos já estava todo planejado, e então , veio o coronavírus……este pequeno vírus nos mostrou como estamos todos internconectados e vulneráveis. Revisamos nosso cronograma, o processo de aprovação dos membros e fortalecemos ainda mais o papel do HUB-EC em mostrar a importância de trabalharmos juntos para construir um NOVO NORMAL.

Ficamos mais fortes

Refletimos sobre nossa responsabilidade diante deste cenário e fomos buscar apoio e inspiração em nossos parceiros internacionais e observamos uma sensação de união e determinação ainda mais fortes. Como ponto comum, a importância de um novo olhar macro econômico para o desenvolvimento global.

Nos unimos em uma corrente internacional, para continuar apoiando uns aos outros e adaptarmos nossas atividades, sem comprometer a nossa missão e o propósito do HUB-EC em auxiliar as empresas no processo de transição circular. Flexibilizamos decisões, estendemos prazos, ajustamos as entregas e a equipe para continuar educando, provendo ferramentas e soluções, inspirando e dando suporte as empresas. Afinal de contas, este é o nosso papel: ser um elo conector, independente e com a capacidade de conversar com todos os atores da nossa sociedade impulsionando uma mudança positiva no nosso país.

Capacitação com especialistas internacionais 

Com o objetivo de manter o engajamento de todos com o propósito da transição, garantir a compreensão sobre o mindset circular e promover a construção de um olhar de futuro próspero, criamos uma série de webinares para substituir nosso programa de capacitação. Neste momento, nos sentimos responsáveis por prover educação e apoio às empresas brasileiras criando novas bases para a restauração da economia.

A atual pandemia que traz elementos críticos de proteção a vida e impactos financeiros às organizações requer atenção imediata das empresas. Naturalmente decisões comerciais e estratégicas de médio e longo prazo ficariam em segundo plano. Porém fomos surpreendidos positivamente com a participação das empresas na nossa 1ª reunião virtual que foi ainda maior que a última reunião presencial e no nosso 1º webinar de troca de conhecimento internacional com a Eslovênia que atingiu quase 200 pessoas de 15 países diferentes.

Resultados como estes nos deram a certeza de que estamos no caminho certo e que apesar dos desafios imediatos que tem que ser enfrentados por todos, não podemos parar de pensar no futuro e agora mais do que nunca as empresas brasileiras precisam de apoio. Um ecossistema que reúne atores de diversos setores e elos da cadeia produtiva permite o aprendizado coletivo e se faz essencial neste momento de grande vulnerabilidade.

1º webinar de troca de conhecimento internacional 

O Plano de Ação Circular 2.0 foi lançado no dia 11 de Março e acompanhamos a discussão liderada pela nossa parceira Ladeja Godina fundadora da consultoria especializada Circular Change da Eslovênia, Head do European Circular Economy Stakeholder Platform #CEstakeholderEU e conselheira no Board de Conselheiros do HUB-EC.

No alt text provided for this image

A Ladeja foi acompanhada por Mojca Markizet, Head de Sustentabilidade da Iskraemeco, empresa da Eslovenia de soluções para o setor de energia.

O webinar atingiu um público variado (200 pessoas de 15 países diferentes), e a intensa participação de instituições ligadas à indústria mostrou o crescente interesse pelo tema no mundo empresarial. O webinar foi gravado e que pode ser assistido novamente através do nosso canal do You Tube: ECONOMIA CIRCULAR BR

NOSSO APRENDIZADO: o papel dos orquestradores da mudança 

 “Essa jornada circular tem sido uma incrível chance de ver e analisar o sistema por inteiro e perceber que a transição para a circularidade torna os negócios mais competitivos e competentes através da mudança do mindset”, disse Ladeja Godina, nos mostrando que fomos lançados para fora da nossa zona de conforto e que agora temos uma chance única de repensar nossos modelos de negócio para um caminho circular e sustentável.

No alt text provided for this image

A Comissão Européia publicou, em Março, um novo Plano de Ação para a Economia Circular — um dos principais alicerces do European Green Deal, o novo roteiro da Europa para o crescimento sustentável.

Com base nos trabalhos realizado desde 2015, o novo plano de ação visa acelerar a transição da EU para uma Economia Circular e reforçar a indústria européia, aumentando sua competitividade diante dos impactos das mudanças climáticas, e concedendo novos direitos aos consumidores.Traz novas metas e ações concretas, estabelecendo diretrizes para garantir que a Economia Circular funcione para pessoas, regiões e cidades.  O plano e as iniciativas nele previstas serão desenvolvidos com a participação estreita da comunidade empresarial e das partes interessadas.

Ladeja destacou as iniciativas de road maps nacionais no caminho para a transição. Ela lembrou que, mais importante do que a produção de relatórios, é o aprendizado obtido e as relações construídas ao longo do processo. Ladeja também ressaltou como essencial a existência de um orquestrador independente, com a capacidade de engajar todos os atores da sociedade e coordenar as ações num ambiente colaborativo e sem hierarquia, composto por diversos atores, de setores variados.

“Um orquestrador independente, tem a capacidade de engajar todos os atores da sociedade e coordenar as ações num ambiente colaborativo e sem hierarquia.”

A necessidade de sinergia entre todos os stakeholders da indústria também foi reforçada por Mojca Markizet, da Iskraemeco Company, que apresentou o “modus-operandis” pós-corona, com base em inovações emergentes e modelos colaborativos que levaram a empresa a unir esforços para produzir ventiladores em parceria com outras instituições.

Mojca também falou da importância dos renováveis na transição circular, mas que não podemos somente pensar na fonte de energia e esquecer como esta energia está sendo aplicada. “O setor energético prometeu desempenhar um papel de liderança no campo dos investimentos necessários para se tornar carbo-neutro antes de 2050, mas uma pergunta permanece: como isso vai acontecer?”.

Essa questão deve permear diversos setores, principalmente os com intensivo uso de recursos. O plástico também foi elemento de discussão na EU, diante do novo European Plastic Pact – iniciativa que reuniu vários países para debater diretrizes e ações que atravessam fronteiras geográficas, buscando a reinserção do plástico nas cadeias produtivas. Do exemplo da indústria do plástico, tiramos uma lição: materiais e energia precisam circular, mantendo seu valor ao máximo e contribuindo para o aumento da qualidade de vida em todo mundo.

Resumindo, o aprendizado no processo de transição da teoria a prática é único de país para país, e as realidades locais devem ser consideradas para a elaboração de soluções, porém existe uma troca de experiência rica que é essencial para o aprendizado coletivo.

“O aprendizado no processo de transição da teoria a prática é único de país para país, porém existe uma troca de experiência rica que é essencial para o aprendizado coletivo.”

Iniciativas empresarias como o HUB-EC são importantes para promover o debate, quebrar paradigmas e superar as barreiras da transição. Além disso, estamos vendo diante do contexto atual, como coletivamente podemos atingir resultados de forma muito mais impactante que individualmente. Como disse a Mojca “Nós estamos vivendo agora, mas também estamos criando o futuro”.

Próximos atividades

 Quinta-feira, 18 Junho, as 10h

No alt text provided for this image

Beatriz Luz foi convidada para participar de uma LIVE com o ISI – Instituto SENAI de Inovação em Materiais Avançados e com o IST – Instituto SENAI de Tecnologia e Meio Ambiente para um bate papo sobre a Economia Circular e o cenário pós Covid. Este evento virtual começa na segunda dia 15 Junho com a Mariana Fieri do ISI debatendo os novos Modelos de Negócios nas Indústrias e segue por toda a semana todo dia as 10hs no instagram @institutos.senaisp. 3af: Design e modelo de negócio com Leandro Santos da Sinctronics, 4af: Distribuição, Consumo e Remanufatura com Manoel Browne de Paula, Lwart Lubrificantes e 6af: Economia Circular no comércio com Talita Oliveira, SENAC

Reunião do HUB-EC – Quinta-feira 25 Junho, de 9hs as 11hs

– Reunião fechada do Hub de Economia Circular para um debate prático e estratégico sobre projetos e negócios circulares. Iremos reunir membros e convidados para apresentar o formato que será aplicado para construção do business case de negócios com base no mindset circular. O conhecimento gerado a partir dos diagnósticos individuais e análises críticas feitas com todos os elos da cadeia de valor servirão de base para gerar economias de escala as soluções circulares e posicionar os membros do HUB-EC como líderes no processo de transição.

3o Webinar Internacional do HUB-EC – Terça-feira 7 Julho, de 9hs as 11hs

– Reunião aberta do Hub de Economia Circular. Este será nosso 3o webinar internacional e terá como tema RoadMaps de Economia Circular na América Latina. A UNIDO está financiando um programa de estudos para analisar as oportunidades da Economia Circular na região com foco no Brasil, Chile, Uruguai e México. Já temos confirmados representantes para falar do case brasileiro e chileno. Maiores informações em breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *