Co-criação e adaptação – bases do trabalho da Exchange4Change Brasil

Co-criação e adaptação são as bases da nossa metodologia de trabalho e foi um grande aprendizado passar 4 dias aprendendo e debatendo a implementação da Economia Circular no Brasil com nossa parceira de longa data e nossa inspiração: Circle Economy

Nos unimos ao Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo, com quem também temos conversado desde 2016, quando a Claudia Teixeira, Diretora do IPT, e Beatriz Luz, nossa fundadora, foram convidadas para escrever um capítulo de um livro sobre a Gestão do Ciclo de Vida. Desde então, a sintonia e os debates acontecem e, depois de 2 anos, este evento se torna um marco para divulgar o aprendizado do IPT e seu trabalho para construir o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos da Baixada Santista, e as possibilidades de levarmos o conceito de Economia Circular para a região – esta que sofre com restrições de espaço para disposição de resíduos ( 2 anos de vida útil do maior aterro da região) e com uma grande biodiversidade que deve ser protegida e valorizada.


Obrigada ao Reino dos Países Baixos no Brasil pelo constante apoio e o legado que estamos deixando para o Brasil no processo de transição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *